Postagens

Saudade

Imagem
" Bright Eyes " é uma canção escrita por Mike Batt e interpretada por Art Garfunkel . Foi usado na trilha sonora do filme britânico de drama-aventura de 1978, Watership Down.
A canção foi muito bem sucedida no Reino Unido, ficando em primeiro lugar no UK Singles Chart por seis semanas em 1979, vendendo mais de um milhão de cópias, tornando-se o single mais vendido naquele ano no Reino Unido. Ele vendeu 1,2 milhão de cópias.

É impossível ouvir essa música e os olhos não encherem de lágrimas.
Já são quase dois anos do falecimento do meu pai. Quando ouço essa música vem a lembrança dele sentado na cama, amarrando o cadarço do tênis com certa dificuldade antes de ir para o hospital e aquela sensação no momento de que seria a última vez que nos veríamos.
Apesar de "tocar a vida", tem momentos que é difícil, dói.
E se lágrimas se atrevem a molhar nossos rostos agora, é porque os amores que partem continuam sempre presentes.
É porque jamais esqueceremos daqueles que verda…

Mais um da série músicas pra pensar

Imagem
A música Sympathy, de 1970, é da banda inglesa de rock progressivo Rare Bird.



And when you climb into your bed tonight
And when you lock and bolt the door
Just think of those out in the cold and dark
'Cause there's not enough love to go 'round

And sympathy is what we need my friend
And sympathy is what we need
And sympathy is what we need my friend
'Cause there's not enough love to go 'round
No, there's not enough love to go 'round

Now half the world hates the other half
And half the world has all the food
And half the world lies down and quietly starves
'Cause there's not enough love to go 'round

And sympathy is what we need my friend
And sympathy is what we need
And sympathy is what we need my friend
'Cause there's not enough love to go 'round
No, there's not enough love to go 'round...


Incômodos

Imagem
Recentemente li uma reportagem no jornal sobre moradores de rua e o problema causado a lojistas e transeuntes por ocuparem as marquises e fazerem dali sua casa e o pedido da Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (Abrabar) para a remoção dos moradores, à força, se necessário. Você pode ler a reportagem aqui http://www.gazetadopovo.com.br/vida-e-cidadania/situacao-de-moradores-de-rua-em-curitiba-chegou-ao-limite-diz-acp-8gzo58c67i7vkufwtqrom1u5s

Olhando pelo lado de lojistas e pedestres realmente é incômodo, pois muitas vezes você quer se proteger da chuva e lá estão os colchões estendidos, moradores de rua dormindo, alguns anestesiados pela bebida ou droga, sem tomar conhecimento do clima ou do movimento. Se sentir incomodado com o cheiro de urina pelo caminho, acuado quando abordado...


A prefeitura em nota oficial diz que a medida contraria a Constituição Federal e os direitos humanos, de acordo com tratados internacionais e que através da Fundação de Ação Social faz abord…

3a Etapa SMELJ

Imagem
Após muito tempo sem escrever nada, reativando o Blog...

Esta é a terceira corrida que participo.
Fiz as duas etapas anteriores do Circuito Adulto de Corridas de Rua de Curitiba, organizado pela SMELJ.
Recomecei os treinos no final de 2014, mas por enquanto nada em ritmo "profissional"; apenas acostumando o corpo com a distância novamente.


As dificuldades atuais
De vez em quando surge uma azia durante a prova bastante incômoda. Provavelmente devido a alimentação pré-prova.
Uma pinçada na lateral do joelho direito que faz com que perca sustentação nesta perna por alguns instantes.


 As Provas

A primeira etapa foi no dia 22/03/2015, no Bacacheri. Percurso com algumas subidas mais longas, saindo da Igreja Batista do Bacacheri. Esta etapa foi chamada de Enzo Day, pela qual os atletas foram convidados a participar de uma campanha para doação de medula óssea.
Como foi a primeira prova depois de 4 anos parado, senti bastante o fôlego...e as pernas...e a azia...
Próximo ao final tive q…

Reflexões

Imagem
De vez em quando encontramos uma música cuja letra fica na memória e até incomoda um pouco.
Às vezes ela traz à tona a realidade que muitas vezes ignoramos não intencionalmente, mas "por fazer parte da paisagem". Nos acostumamos com certas cenas do cotidiano que na pressa e nas preocupações do dia a dia nem percebemos mais. É só mais uma imagem que visualizamos e não processamos.
Incomoda porque não podemos fazer muito para mudar essa realidade.




Have you seen the old man in the closed down market
Kicking up the papers with his worn out shoes?
In his eyes you see no pride, hand held loosely at his side –
Yesterday's papers telling yesterday's news

So how can you tell me you're lonely
And say for you that the sun don't shine

Let me take you by the hand
And lead you through the streets of London
I'll show you something
To make you change your mind

Have you seen the old girl who walks the streets of London
Dirt in her hair and her clothes in rags?
She's no …

O Eterno Recomeço II

Bom, ainda não consegui recomeçar.
Quem sabe agora nas férias dá para fazer umas corridas leves do trabalho pra casa ou nos finais de semana.
Mas ao que tudo indica, retorno pra valer só quando me formar.
Até lá, vamos mantendo a inspiração.



Sonhar é sair pela janela da liberdade,
é vaguear pelos caminhos
proibidos ou não.
É, sem ter um rumo qualquer,
ter um alvo a perseguir:
a felicidade.

Sonhar é não limitar-se a limites
sejam eles quais forem,
impostos ou não.
É fazer do impossível o possível
quando e como quiser o coração.

(...)

Sonhar é sair...
É vaguear...
É não ter rumo.
É ter um alvo.
É não limitar-se.
É fazer...
É sentir...
É amar...
É ser amado...
É ter esperança...
É viver!

(Telmo Deifeld - http://www.lmc.ep.usp.br/people/tdeifeld/poesias/sonhar.html)

O Eterno Recomeço

Todo ano as férias da faculdade são a tentativa de recomeço. No ínício de 2012 tentei, mas depois de uns 3 dias de recomeço quando voltava do trabalho para casa correndo, enrosquei o pé numa dessas fitas de amarrar caixa e lá fui eu megulhar na calçada. Joelho ralado, mais de uma semana dolorido da pancada e no fim nem treinei mais.
No último final de semana novamente recomecei os treinos. Ritmo bastante leve, distância curta. Corri apenas 2,3 Km na base do trote pra ver como o corpo responderia depois de praticamente 2 anos longe dos treinos e provas. O joelho já reclamou um pouco.
Este ano tentarei treinar durante o horário de almoço e também conciliar com a academia.